quinta-feira, 12 de março de 2009

Ao invés do técnico, a técnica! E a incrível arte de perder gols!



Finalmente um post para não falarmos do técnico.
O trabalho do "homi" da casamata tricolor até que foi razoável no jogo de ontem. Mas que o Sr. Roth não encare esta trégua como perdão, pois a dívida dele ainda é enorme e este blog não se presta a comentar apenas resultados.
Hoje, ao invés do técnico, falarei da técnica. E no Olímpico, a técnica responde por um nome: Souza.
Após uma chegada discreta, o nosso meia parece que desencantou. Para tanto, bastou que o Sr. Roth (lá vem ele de novo!) concedesse a ele uma sequência de jogos atuando na sua verdadeira posição. Desde então o cara passou a desfilar seu futebol ténico (sem as frescuras de Robinhos e Trairinhas Gaúchos), com passes precisos, chutes certeiros e tabelas inteligentes. Sabe segurar o jogo na hora certa, faz inversões e assume a responsabilidade pela armação das jogadas (diferentemente do Tcheco!). De quebra ainda possui um ótima bola parada.
Na nossa estréia na Copa, ele já tinha acertado uma chute na trave e organizado boas jogadas. Ontem, além de orquestrar o time, Souza nos deu a vitória com uma cobrança de falta precisa, por meio de um chute seco, forte e certeiro.
Este blog sempre defendeu que para a volta das conquistas era necessário mais que a imortalidade: era preciso qualidade. E Souza possui qualidade! E como!
Mas não é só ele: Alex Mineiro, tão criticado pela falta de gols (que não é exclusividade dele!) , mostra-se um jogador de alta técnica, daqueles que como um simples toque deixa o companheiro à afeição para marcar.
O próprio Jonas vem apresentando progresso, sendo o responsável pela jogada mais bonita do jogo, ao acertar um "balaço" no travessão, após uma ótima triangulação envolvendo Rui e Alex Mineiro. E, se não fosse aquele incrível lance em que perdeu três gols em sequência, faria eu morder definitivamente a minha língua com relação ao seu futebol.
Enfim, jogamos, vencemos e quase convencemos.
E digo quase porque, da mesma forma que na estréia da Libertadores e no GRE-nal de Erechim, abusamos da arte de perder gols. Ora, equipe que quer ser campeã de qualquer coisa não pode perder tantas chances. Ontem, as oportunidades perdidas não fizeram falta. Mas, logo ali em frente, podem fazer.
Desconheço a causa de tanta imperícia: pode ser ansiedade, falta de treino ou até mesmo falta de qualidade. A única coisa que sei, é que o problema tem que ser sanado. Como e de que forma não compete a mim responder, até porque tem gente bem paga no Olímpico para solucionar tais questões.
Espero que nas próximas semanas possamos comentar vitórias, boas atuações e gols, deixando de lado essa figura nada deglutível chamada Sr. Roth.

6 comentários:

amarante disse...

Muito boa a análise Luis Fernando! Tem gente no olimpico que ainda vaia o souza. É Lógico que ele não vai conseguir jogar sempre bem, isso acontece com todo o jogador. Ontem ele chamou o jogo, assim como tinha feito no jogo contra o univerdidad. O problema é não ter um companheiro na meia que tenho o mesmo impeto. Estou preocupado com um substituto para o souza qdo ele não puder jogar.
Também acho que o alex mineiro sabe jogar, mas já fez mais em outros times. Tem que ter sequencia. Pelo que vi do maxi lopes até o reinaldo tem mais chance de entrar no time.
A direção não pode desistir de buscar alternativas. Tem que qualificar ainda mais o time e o banco.
Quanto ao roth, acho que depois dessa vitória seria ideal manda-lo embora.

Clarissa, Senhora Jabba disse...

Tá no CLicRBS:
As três chances de gols perdidas por Jonas na vitória por 1 a 0 do Grêmio sobre o Boyacá Chicó, na última quarta, na Copa Libertadores, repercutiram na Europa. O site espanhol Mundo Deportivo estampou na capa a seguinte chamada: "O pior atacante do mundo" ao se referir aos lances em que o jogador chuta a bola em cima do goleiro, pega o rebote e, com o gol livre, manda na trave. Por fim, a bola volta para Jonas, que dribla o goleiro novamente, mas chuta para fora.

http://www.clicrbs.com.br/clicesportes/jsp/default.jsp?tab=00003&newsID=a2437503.htm&subTab=00011&uf=1&local=1&l=&template=&section=noticias

Jabba disse...

Bah, o ataque do Grêmio gastou ontem todos os gols que andam fazendo falta na Libertadores. E o mais triste é que o Jonas ainda é a melhor opção para o ataque....

Anônimo disse...

Muita especulação em torno do Maxi Lopes que tá mais pra galã de cinema... Aposto mais no Herrera, tem garra e parece que no ano passado aprendeu a fazer gols, mas tem sido pouco acionado qdo entra em campo. Qto ao Alex Mineiro, tem se saído um bom garçom, mas atacante que não ambiciona o gol não dá!

Jésura disse...

Ops, o anônimo saiu sem querer...

Valtinho Gremista disse...

Que pena, Jésura, pensei que tínhamos mais um leitor...heheheh