terça-feira, 18 de novembro de 2008

Como identificar um desesperado.

Muitos esperam uma postagem sobre a Geral, seja para falar do novo filme ("Meu ùnico Amor") ou para falar das absurdas brigas que sucederam a vitória de domingo. Mas esqueçam! Não vou dar guarida para que pessoas com sérios transtornos de caráter ganhem espaço neste blog (por menor que seja o número de leitores que nos acompanham!). Eu sei que não é toda a Geral que age deste modo e que, na verdade, trata-se apenas de uma minoria. Mas esta minoria - sempre barulhenta! -busca, de forma inexplicável, atingir a fama por meio de condutas deprovidas de qualquer racionalidade. Por isso, não farei o que eles mais desejam: tornarem-se o foco das discussões, aparecendo na mídia e ganhando "status" de pop star.

Vamos falar do Grêmio. Do velho Grêmio que novamente desafia a lógica e, sem qualquer explicação razoável, teima em disputar o título com uma equipe que gasta três vezes mais em folha de pagamento. Do velho Grêmio que começa a causar desespero em muitos de seus adversários.

E como é fácil identificar um deseperado!

Façam o teste.

Cheguem em um ambiente onde sempre se fala de futebol (o local de trabalho, por exemplo). Não fale nada sobre o campeonato brasileiro. Comente sobre a eleição do Obama, sobre o déficit zero da governadora Yeda e do Secretário-sigla da Fazenda A.O.D. ou sobre as incontáveis gafes do companheiro/corintiano/tô voltando Lula. Não tardará muito para que alguém, ferido no seu orgulho, comente sobre a sorte deste medíocre time do Grêmio. Deste time que só dá balão e ainda consegue ganhar com dois gols contra. Desta equipe que somente tem sorte, pois futebol é algo que só se encontra no outro lado da cidade.

Pronto! Eis um deseperado. Ele não consegue argumentar, nem sequer desenvolver um raciocínio. Mas não o contrarie! Pode fazer mal a sua saúde e/ou integidade física. Finja que o que importa é jogar outros torneios periféricos e que o assunto mais contundente no meio esportivo é a crise instaurada entre a PIFA e a gloriosa Confenderação Peruana de Futebol (ah, se essa crise fosse na Venenzuela...era tudo que o Chavez queria!!!). Concorde com tudo, inclusive com a isnpirada declaração de que o campeonato brasileiro deste ano é anômalo e que o nível do futebol está muito baixo. Lamente, juntamente com ele, o fato de que o futebol virou só força e de que o calcanhar e a janelinha cederam espaço para o carrinho e jogo "feio" (além de bobo e chato). Reafirme ser inadmissível que o Grêmio esteja entre os primeiros, afinal não há um jogador que preste neste time. De igual forma, concorde que outros times somente não estão em primeiro por causa do técnico, afinal as direções destes clubes são um espetáculo e os jogadores são todos de seleção (e realmente são! Principalmente do ponto de vista salarial).

Enfim, concorde, concorde e concorde mais ainda. No entanto, fique atento, pois seres desta espécie ficam ainda mais desesperados quando suas opiniões são aceitas passivamente. Beiram à loucura quando não conseguem descambar o assunto para discussões de alto nível, tais como: qual time é mais querido? Qual a camisa mais bonita? Quem é o mais bonzinho? Confesso que tais assuntos me causam inveja, pois, em face de um trauma, não consigo mais manter este nível de discussão desde que terminei o jardim de infância.

Portanto aporveitem o momento. Não sei se seremos campeões. É possível (peço calma aos deseperados que, por um ato impensado, tenham acessado o blog e lido esta frase)! No entanto, independente do título, divirtam-se com o desepero que reina acima do Rio Pelotas (acho que é só por lá que andam assustados!).

E por fim, um recado à paulicéia desvairada: comam muitas esfirras do seu patrocinador, pois não será fácil derrubar este potro xucro!

Dá-lhe Grêmio copero e peleador!

PS: boa sorte ao Valtinho e ao Kbecinha, que representarão os blogremistas no Barradão!

8 comentários:

Kbecinha disse...

A torcida gremista do Nordeste (não venham me sacanear e chamar de torcida gremista nordestina) está se mobilizando para copar o Barradão. Lembrando que a nossa última vitória contra o Vitória foi comandada por Celso Roth, técnico contestado na época. Que fez um dos gols? Agnight. Ou seja, tudo leva a um novo triunfo o treinador é o mesmo e o centroavante é o Marcel.

E DÁ-LHE RENATO, LÁ, O PORTALUPPI, LÁ, GRÊMIO PRA SEMPRE CAMPEÃO MUNDIAL....

Jabba disse...

Grande texto Fê, reflete muito bem o que estamos assistindo por aqui. Espero que nossos representantes na Bahia realmente invadam o Barradão e garantem no grito a vitória tricolor, porque confiar no Marcel é brabo.

amarante disse...

E isso aí Luis Fernando!!!
Esse é o nosso Gremio, quebrado paradigmas, pondo em risco o emprego dos comentaristas, frustrando aqueles que tratam o futebol como ciencia, irritando os defensores do futebol espetaculo, etc.
Não é arrogancia, mas somos diferentes dessa cachorrada do futebol brasileiro.
Nossa superação desperta o desespero de muitos. Acham que não passamos da primeira fase da libertadores e chegamos a final. Acham que o campeonato pra nós é fugir do rebaixamento e não saimos das cabeças. É dura a vida de quem seca o Gremio.
Não tem jeito, há algo diferente com o Gremio. Imagina se juntassemos essa magia e a raça que temos com um pouco de qualidade?! Tripliaríamos o numero de desesperados.

Kbecinha disse...

Mais um pária do futebol gaúcho vagando por nosso blog.

Como já comentei em outras oportunidades, acho esquisita essa obsessão pelo Grêmio. Será que queres virar a casaca? Fique à vontade. Não precisa usar o anonimato.

Entendo que o índice de analfabetismo é alto no Planeta, sendo assim terei a paciência de reescrever o tema do blog. Não precisa de muito esforço, basta olhar para o topo da página. "Esse blog é um espaço para discussões sobre o glorioso tricolor gaúcho...Este blog é democrático, os assuntos são livres, desde que relacionados ao Grêmio.".

Portanto, caro anônimo, além de geografia, precisas estudar português, com ênfase em interpretação de texto.

Luiz Fernando disse...

CAro anônimo!

De fato a América é maior q o BRasil (muito maior, eu diria!). E o GRêmio descobriu isso em 1983, diferentemente do outro time da cidade (não! Não é o Zequinha!), que somente teve ciência disso em
passado recente.
O q me intriga é que a Sul-americana, hoje tão valorizada, foi relegada a segundo plano na segunda fase, naquele momento em que os amargos ainda acreditavam na classificação para a Libertadores via Brasileirão. Ou o time q enfrentou os universitários chilenos era composto de titulares? Não estou desvalorizando a competição sul-americana...sou da tese q time grande tem q ganhar tudo!
E tens razão quando dizes que o Grêmio não pode se vangloriar de ser vice. Eu concordo plenamento.
No entanto, deve doer saber que, mesmo quando teu time está por cima da gangorra, tens q aguentar teus rivais te dando dor de cabeça e indo às finais de campeonates importantes (mesmo sem ganhar). Ao que me lembre, quando eu estava por cima, não lembro dos amargos indo bem no campeonato nacional ou disputando (repito: disputando...não estou falando nem de fazer boa campanha)torneios internacionais.
Mas tudo bem! Siga participando, até porque fazes de forma educada e civilizada. Pois como tenho dito: a participação de torcedores de outros times valoriza muito este blog.
Só peço que se identifique, até para que sejas convidado para o churrasco comemorativo ao primeiro ano dos blogremistas, que, oxalá, será realizado em alguma cidade da América do Sul, antes de um jogo do tricolor para Libertadores de 2009.

Jésura disse...

Além de anônimo é invisível? Onde está o texto??

Kbecinha disse...

Jésura, por decisão democrática do Conselho dos blogremistas, o comentário foi tirado do ar. Nem tanto pelo conteúdo, bem fraquinho por sinal, mas pelo anonimato.

Não podemos dar espaço a esse tipo de gente. Sabe como é, daqui a pouco vão querer dormir "agarradinhos" durante um vôo. Que pederastia !!!!

Anônimo disse...

Até porque gremista é tudo macho inclusive o bilica. Meus parabéns pelo teu time contra o Vitória. Quanto a estar difícil secar o Grêmio esse fim de semana foi a 1ª partida que eu sequei, e não me pareceu difícil. Pode apagar se quiser é só tu mesmo que lê isso aqui, então eras isso.