quarta-feira, 2 de julho de 2008

Entrevista concedida por Baltazar Maria de Morais Júnior (o Artilheiro de Deus) para o BLOGREMISTAS


Gremistada: Publico a seguir a entrevista obtida por ocasião da minha ida a Goiânia...


Idade: 48 anos, até 17de julho

Filhos (S/N) ? Quantos ?
R: 2 filhos. Mateus, 14 anos e Michelle, 12 anos.

Qual a sua atividade atual ?
R: Atualmente sou empresário de jogadores, sou um agente CBF/FIFA

Qual o 2º gol mais bonito da sua carreira e o 2º gol mais importante da sua carreira ? (Obs: Perguntamos o 2º pois o primeiro em todos estes quesitos nós GREMISTAS já sabemos !!!)
R: Curiosamente creio que o 2º gol mais bonito meu foi justamente contra o Grêmio, em 83
jogando a Libertadores pelo Flamengo no Estádio Olímpico.
Talvez o 2º gol mais importante foi pela Seleção Brasileira contra a Espanha em 81, foi 1x0 , fiz o gol de cabeça num escanteio batido pelo Eder.

Qual a sua maior decepção ou qual o seu maior arrependimento no futebol ?
R: Não tive uma grande decepção, mas gostaria de ter ido a uma Copa do Mundo. Não tive um grande arrependimento no futebol, pois em minha vida sempre orei e pedi a direção a Deus em tudo o que fosse fazer, e assim creio que tudo que Deus me deu e permitiu fazer foi o melhor pra mim.

Qual o conselho que você daria para o teu sucessor, o artilheiro Jardel, para que ele volte a trilhar sua carreira de sucesso no Grêmio ?
R: Conselho para um atacante como Jardel, é que ele se cuide devidamente fora do campo, como um atleta profissional, e dentro faça o melhor, treinando, se aperfeiçoando, corrigindo os erros, e principalmente afinando muito bem a pontaria para o gol em todas as situações possíveis, ´pé, cabeça, como for para fazer os gols.

Qual o segredo do time de 1981 para bater o SPFC (que era a base da seleção brasileira) em pleno Morumbi, naquela histórica final, visto que na fase classificatória levamos 3 a 0 em SP ?
R: O segredo do time de 81 pra conseguir a vitória sobre o São Paulo, que era a base da Seleção Brasileira, foi um grupo muito unido, de muita qualidade técnica e de força, tendo uma mescla bem dosada de jogadores experientes e também de jovens. E muito bem orientada pelo Enio Andrade, um técnico muito experiente em decisões de campeonatos brasileiros. Tínhamos também uma diretoria que dava todo o apoio.

Qual a receita para o Grêmio voltar a conquistar os títulos de sua grandeza ?
R: O Grêmio para voltar às grandes conquistas deve se estruturar bem, tendo condições de pagar seus atletas em dia, ter sempre uma boa base de jovens talentos e saber escolher bem as contratações de atletas mais experientes para dar mais consistência à equipe.

Qual o recado que tu mandas para a torcida do Grêmio ?
R: Meu recado para a torcida do Grêmio, é de que eu continuo admirando toda esta torcida, sou eternamente grato pelo carinho que demonstram por mim até hoje. E meu desejo mais profundo do coração é de que cada um de vocês possa ter a alegria maior de conhecer a Jesus Cristo, aquele que veio para te dar vida, e vida em abundância. Só Ele nos faz verdadeiramente felizes. Que Deus os abençoe.

5 comentários:

Luiz Fernando disse...

Grande, Valtinho!!!

Parabéns pela bela entrevista.
Que seja a primeira de muitas!
Gracias tb ao Baltazar, pela simplicidade e simpatia, características próprias dos verdadeiros ídolos.
Tb somos eternamente gratos a ti, artilheiro de Deus!
E não esqueçamos: graças a atletas como Baltazar, somos o ÚNICO time do Rio Grande do Sul a ganhar campeonatos nacionais e internacionais na casa do adversário.
Abraço,
Luiz Fernando

Jabba disse...

Grande entrevista Valtinho, que a tua carreira como correspondente do blogremistas no exterior esteja só começando.
E parabéns ao Baltazar pela simplicidade e por tudo que deu ao Grêmio, os ídolos devem sempre ser respeitados.

adriano disse...

Muito bem, seu Valtinho.
Pra mim o gol do Baltazar é o mais bonito e importante gol da história do Grêmio. As proximas gerações ainda falarão em Baltazar. Quanto ao teu trabalho como nosso enviado, sugiro que nesta ida ao Rio, entreviste outro ídolo, Renato Portaluppi.
Em relação ao jogo de domingo, acho que os 3 pontos são obrigação, dada a precariedade do time do Botafogo. Entrevistar o Renato e trazer os 3 pontos do engenhão é o mínimo que esperamos de ti.

Sra Jabba disse...

Parabéns pela entrevista.

Mas não apoio a idéia da continuação da carreira do Jardel no Grêmio.

[]'s

Kbecinha disse...

Parabéns pela entrevista com o Baitazar. Cara humilde, nem citou o gol do Morumbi como o mais bonito da carreira.