sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Lição de 0 ponto.


A partida de ontem foi apenas uma amostra das dificuldades que serão impostas para a nossa equipe nesse returno. Na condição de líder do campeonato, o Grêmio é o time a ser batido. Os adversários estão estudando o nosso padrão de jogo e não vão fazer como no primeiro turno, se atirar para a frente e nos deixar fazer a festa nos contra-ataques. Apesar dos méritos do adversário, que soube anular a armação tricolor, foi uma noite infeliz do Grêmio e precisamos aprender com a derrota. Às vezes perder é bom, para dar um choque de realidade dos jogadores.

A lição mais importante que podemos tirar, não somos um time imbatível. Sei que nessa tribuna ninguém acreditava nisso, mas é prudente divulgar. O time parece não saber disso. Entrou no Maracanã jogando ao estilo do Flamengo, toquinhos pro lado e frouxidão na marcação. Tem que jogar com a seriedade de time ruim. Ao contrário dos outros jogos, não vi 3 jogadores cercando o adversário. Não podemos simplesmente sucumbir e aceitar a marcação. A porca véia do Anderson Pico foi fazer turismo no Rio de Janeiro, não passou da divisória do gramado. O Roth quase invadiu o gramado para empurrá-lo para o ataque e ele nada, continuou seu tour pelo Maraca. Esse tá precisando esquentar um banco com suas cadeiras roliças. Me indigna um time com 3 zagueiros, tomar gols de uns tais Max e Toró sozinhos dentro da área. PQP!!!!! O tal do Jean é esforçado, mas o rapaz é um tanto atabalhoado (é um bosta mesmo). Atenção direção, não dá para vender o Léo. É a nossa chance de ganhar esse campeonato de pontos corridos. Tá uma baba! A propósito, dá para trazer um atacante, pelo amor de Deus.

Um alento foi o comportamento do Celso Roth. Depois de ontem, quero ver alguém chamá-lo de retranqueiro. Esbravejou mandando o time para o ataque. Mexeu no time no intervalo e disse que o Souza na lateral era um desperdício (assim como era o Patrício). Por sinal, esse garantiu lugar no time, jogou pra caralho e mandou um tirambaço nas redes. Eu colocaria no lugar do Perea. Me parece que o Roth vai fazer exatamente isso. Ele deve estar lendo esse blog.

Para nosso alento, perdemos um jogo que poderíamos perder. Nossos concorrentes ao título também perderam longe de seus domínios. Entretanto, a diferença para o quarto lugar caiu para 8 pontos (G-4 é coisa de bichona). Quem é gremista sabe, se ganharmos o campeonato dos brasileiros, vai ser sofrido como sempre.

P.S: Ainda bem que só temos mais uma partida no Rio de Janeiro.

2 comentários:

Luiz Fernando disse...

Grande, Kabecinha!

Concordo contigo. Não jogamos nada nos últimos jogos. Acendeu o sinal amarelo.
É hora de retomarmos a pegada e a disposição de antes, sob pena de perdermos uma chance única. Não esqueçamos: o cavalo não passa encilhado mais de uma vez.
Abraço

amarante disse...

O que mais me deixa indignado é perder pro simbolo do futebol firula. Não podíamos ter perdido pra esse clube asqueroso do Rio de Janeiro. Inclusive tem time aqui em Porto alegre que sonha em ser como o Flamengo, o que me deixa com mais nojo dos dois. Jogo com o Flamengo é disputa de concepção. Faltou ao time do Gremio compreender a dimensão da disputa.