sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Tcheco deu consistência ao Grêmio.


A saída de Roger no início do mês de julho deixou todos os gremistas apreensivos. O prognóstico de todos era de que o mês de julho seria muito complicado. No primeiro jogo sem Roger perdemos para o botafogo e parecia que a casa tava desmoronando. Como agravante tínhamos o fato de iniciar a fase com jogos quarta e domingo, ou seja, teríamos que achar uma reposição para o Roger e não havia tempo pra treinamentos. Contra todas as previsões, o desempenho do Grêmio nos 7 jogos que se sucederam foi notável (como diria Ruy Osterman), principalmente fora de casa nos jogos contra Santos, Sport, Figueirense e Coritiba. Esses dois empates e duas vitórias contra adversários difíceis de serem batidos em seus domínios demonstraram consistência do time e do grupo. Destaco a entrada de Tcheco como o fator fundamental de consistência e equilíbrio do Grêmio. Tcheco entrou e fez com que todos os demais jogadores jogassem mais do que estavam jogando. Embora a falsa lentidão, ele participa ativamente dos combates no meio e na hora da armação distribui muito bem o jogo. Tcheco tem feito nossos alas participarem mais das jogadas o que, por conseqüência, aproximou o meio e o ataque. Essa aproximação retirou Perea e Marcel do isolamento, fazendo com que estes jogadores tivessem participação ativa nos jogos, inclusive marcando muitos gols. Além disso, o estilo de jogo de Tcheco é muito mais a cara do Grêmio do que nosso antigo camisa 10. Agora, temos dois jogos em casa contra vitória e Ipatinga e os seis pontos são obrigatórios para encerrarmos o primeiro turno na liderança.

5 comentários:

Caio disse...

Fala meu Amigo Adriano Amarante... O Grêmio é um sentimento que se leva no coração... Talvez isto explique o que este Jornalista Paulista publicou em sua coluna. Veja só:
TA PRETIANDO O OLHO DA GATIADA !!!!!

"Não sei, não sei mesmo. Olha, prefiro não comentar sobre o Grêmio, não sei realmente o que dizer. É claro que é uma surpresa esse time estar na ponta, mas não é surpresa ser o do Grêmio. Quando formos falar de Grêmio, é preciso dizer muito sobre emoção, a raça, o estilo de jogo deles, é coisa deles mesmo. Pô, não adianta nada ficar falando de tática, esquema, treinador. Pode fazer aí, faz aí a seleção dos 11 piores jogadores da rodada e põe jogar no Grêmio que vai pra frente. É sempre a mesma coisa, pô. Não sei o que tem com essa camisa, não é a primeira vez, faz tempo que desisti de comentar sobre o Grêmio. Acho que é a torcida, o Olímpico, sei lá. Quem imaginou que veria o Roger dando carrinho um dia? Não viram a Libertadores do ano passado? O Grêmio esculhambou com tudo. Quem aqui que não mordeu a língua? Assim perco o emprego, pô. (risos) A gente pode analisar os outros 19 times aí, mas o Grêmio é um caso a parte. Esquece."

Alberto Helena Júnior: Paulista, Jornalista e Comentarista esportivo.

E dálhe Tricolor...meu úncico amor!!!!
Abraço

Luiz Fernando disse...

GRande, Amarante!

Eu não sou muito fâ do Tcheco, mas acho q sua volta melhorou muito o time.Ele está dando cadência à equipe e passando experiência a gurizada nova do meio-campo.

abraço

Kbecinha disse...

Eu gosto do futebol do Tcheco. Acho que ele foi injustiçado no final do ano passado. Alguns dizem que ele se escondeu na final da Libertadores. Para mim, quem se escondeu foi o Diego Souza que perdeu um gol na pequena área pouco antes de levarmos o 3o gol na Bombonera. Além disso, os que tiveram os que podiam ter se escondido e resolveram aparecer, caso do Patrício e o chicleteiro Tuta. Tudo bem que suas expulsões comprometeram a nossa classificação para a Libertadores desse ano. Enfim, acho um baita jogador, além de ser GREMISTA.

adriano disse...

Excelente comentário Caio!!! É muito bom saber que esses jornalistas começam a compreender que o Gremio é diferente. Vamos postar isso no blog pra que todos leiam.

Anônimo disse...

OI Adriano! Tá demais este nosso time eim... Prometi pedir perdão de joelhos ao Roth (oh, como odiei esse homem)se agente levantar a taça,e tô cada vez mais confiante! Quanto ao Tchecom sou muito fã dele. E o Reinaldo? Vamos ter que achar lugar no time pra ele. Saudações de campeão do primeiro turno!